O capital no século XXI

Hoje, dia 26/11, o professor Thomas Piketty esteve presente na USP para um debate com os economistas André Lara Rezende e Paulo Guedes mediado pela também economista e professora da FEA-USP, Fernanda Estevan, sobre o seu mais recente livro, lançado em português pela editora Intrínseca, O Capital no Século XXI. No momento em que escrevo[…]

Joaquim Levy, próximo Ministro da Fazenda

Nesta última sexta-feira (21/11), a presidente Dilma Rousseff convidou Joaquim Levy para assumir o Ministério da Fazenda, que aceitou o convite, mas somente na próxima semana será o anúncio oficial da nova equipe econômica. Levy tem formação em Engenharia Naval pela UFRJ, mas se especializou em Economia na Fundação Getúlio Vargas (1987) e realizou o[…]

Os riscos de uma concentração bancária

Esta semana o Valor Econômico divulgou uma notícia sobre o aumento do nível de concentração bancária. Este é um indicador do Bacen que leva em conta a participação dos bancos como agentes de empréstimo a pessoas físicas e empresas. Os dados mostram que a cada 100 reais que são tomados por empréstimos em nossa economia, mais[…]

Tecnologia, Trade Marketing e Economia

Colaborou com este texto Sandro Santos* Imagino que poucas pessoas questionem a importância da tecnologia em nossas vidas. Talvez, no passado, também se questionasse pouco, mas na atualidade ela é tão presente em nossas vidas que é difícil refutar sua importância. São tablets, smartphones, ultrabooks, e-books, smart tvs, internet, geladeiras inteligentes, etc. Mas muito antes[…]

Investimento – O impacto do PIB em nossas vidas

No meio do deserto saudita há um oásis de paz e prosperidade, onde os padrões de riqueza não são nada modestos e nem de longe faz pensar que está situado bem próximo a uma região com vários conflitos políticos. Os Emirados Árabes Unidos (EAU) são exemplo do que se espera de uma economia altamente baseada[…]

Juntando os pontos: a política econômica

Ao longo desta semana, nós apresentamos três conjuntos de medidas adotadas pelo governo, voltadas ao campo econômico, sendo elas: política monetária, política fiscal e política cambial. Existem várias outras (política comercial, de rendas, industrial, etc.), mas essas três geralmente são as mais discutidas. Juntando os pontos, podemos dizer que politica monetárias, fiscal e cambial são[…]

A política cambial (ou a política do vai e vem)

A política cambial refere-se ao conjunto de medidas que visam às relações comerciais e financeiras de determinado país com o resto do mundo. O principal instrumento de política cambial é a conhecida taxa de câmbio (ou taxas de câmbio), sendo que no Brasil o principal responsável pela condução da política cambial é o Banco Central.[…]

Vamos falar sobre política fiscal?

Você sabe o que significa política fiscal? Pense nas finanças da sua casa: quem trabalha contribui com as receitas da família e, via de regra, todos geram despesas, neste sentido, é necessário realizar algum controle para fazer com que as receitas da casa cubram o máximo possível todas as despesas da família, além de sobrar para gastos futuros.[…]

E o termo de hoje é: Política monetária

A política monetária é um conjunto de ações e medidas adotadas pelo governo com o intuito de adequar a quantidade de meios de pagamento (moeda, crédito, ações, títulos, etc.) disponíveis na economia para atender a demanda dos agentes econômicos para realizar as suas operações do dia-a-dia. Estas medidas geralmente são executadas pelo Banco Central, órgão[…]

Cultura e Economia: um caso de oligopólio e a necessidade de pluralização

Colaborou neste texto Tiago Lima. Formado em Publicidade e Propaganda e paulista convicto, atua como Assistente de Produção Teatral. Ama cinema, quadrinhos, filosofia e qualquer assunto relacionado a Grã-Bretanha. É colaborador no blog Box de Séries com as reviews de Downton Abbey e Doctor Who. Principalmente em tempos de eleição, muito se fala sobre saúde,[…]

Deflação é a solução?

Recentemente, durante as eleições, ouvimos muito dos candidatos questões sobre como colocar a economia no eixo, ou seja, como retomar o ritmo de crescimento do PIB e levar a inflação para o centro da meta. Mas já imaginou vivenciar outro cenário econômico? Pois bem, o Japão está em uma situação um tanto diferente da nossa,[…]

Receba o AE1