Deflação na Zona do Euro em agosto

Às seis horas, horário de Brasília, foram divulgados os dados sobre o preço ao produtor de agosto na Zona do Euro.

Trata-se da menor variação mensal desde 2011. Na União Europeia, composta por 28 países, a queda foi superior e variou em -0,9% com relação a julho.
A queda foi influenciada principalmente pela queda nos preços dos itens de energia, principalmente aos que estão ligados ao petróleo. No entanto, mesmo excluindo a influência dos preços de energia, ambas as regiões, Zona do Euro e União Europeia, apresentaram deflação em agosto.

Na variação mensal, as maiores quedas nos preços foram registradas na Grécia, Holanda, Lituânia e Espanha, com taxas de -3,2%, – 2,4%, -1,9% e 1,7%, respectivamente. As maiores altas foram registradas na Dinamarca, Estônia e Chipre, com variações positivas dos dois primeiros 1,7% e 0,6%, enquanto que o último apresentou estabilidade frente a julho deste ano.

Na comparação com igual mês do ano passado houve queda de 2,5% na Zona do Euro e de 3,4% na União Europeia. Excluindo os preços de energia as variações são de -0,5% em ambas as regiões.

Créditos da imagem: http://bit.ly/1JKvHjV

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.