Desigualdade de renda preocupa o FED

Em reunião com os jornalistas, a Presidente do Federal Reserve (o Banco Central dos EUA) Janet Yellen, surpreendeu em sua fala ao colocar em pauta sua preocupação com a crescente desigualdade de renda. Segundo palavras dela, é preocupante o aumento da disparidade entre os mais ricos e os mais pobres. Esta abordagem surpreendeu os analistas, pois o FED sempre se preocupou em falar sobre temas macroeconômicos, como taxa de juros, inflação e crescimento do PIB, mas esta preocupação não deixa de afetar diretamente estes índices e, para fazer o link da importância deste discurso, precisamos entender qual a receita de sucesso para o dinheiro. A moeda, por definição, deve ser um recurso escasso e limitado, porque é isso que assegura seu valor, mas o excesso de acumulação (ou seja, muito dinheiro parado) é prejudicial ao próprio dinheiro, pois quanto menos circulação, maior a chance de um desaquecimento da economia. Trocando em miúdos, água parada cria limo. O dinheiro seria essa água e parado ele não beneficia ninguém. Nem o dono.

Para saber Mais: http://economia.estadao.com.br/noticias/geral,yellen-alerta-sobre-preocupacoes-com-aumento-da-desigualdade-social,1578333

Tem alguma dúvida, sugestão ou crítica? Mande um e-mail para contato@analiseeconomica.com.br

Créditos da imagem: http://desniveissociais.blogspot.com.br/2010_04_01_archive.html

One thought on “Desigualdade de renda preocupa o FED”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.