Montecchio x Capuleto

Por Márcio Durigan

As discussões sobre o momento político do Brasil virou um embate quase que clubístico. Ao invés de debates sobre reformas, renovação de ideias, caminhos para retomada de desenvolvimento, o que vemos nas mídias e nas ruas parece conversa entre torcedores de futebol. Flamengo x Vasco, Corínthians x Palmeiras, Atlético x Cruzeiro…

São tucanos derramando ódio por petistas. São petistas invertendo o rastilho e acendendo o pavio. São declarados conservadores, direitistas, ortodoxos, xingando socialistas, comunistas, esquerdistas, e recebendo ovos recheados de ofensas e ameaças.

E as propostas? Por aqueles que defendem o PSDB: volta da ditadura militar (há quem defenda democracia militar, seja lá o que for isso), pena de morte — pelo menos para Dilma, Lula e todos militantes do PT — impeachment, novas eleições etc.

Para os petistas: “lembrem que FHC pagou US$ 200 mil para cada deputado aprovar a reeleição presidencial, Aécio também recebeu propinas, trensalão ninguém investiga” etc.

Nosso debate político hoje é bicromático: azul ou vermelho. Poderia ser York x Lancaster [1] ou Montecchio x Capuleto [2] ou Grêmio x Internacional.

Não há conteúdo, apenas lamúrias ou rogação de pragas.

Não pretendo aqui lançar mão de um discurso de Poliana [3], e querer que todos se abracem, se chamem de irmãos. Pelo contrário, gostaria que o discurso apresentado fosse mais adulto, voltado para as reais necessidades do país.

Blasfêmias, egoísmo, ódio, luta pelo poder, não aceleram qualquer processo de retomada de crescimento econômico e social de que tanto o Brasil necessita nesse momento.

 

Notas

[1] Casas da dinastia inglesa do século 15, que deram origem à Guerra das Rosas.

[2] Famílias rivais retratadas em “Romeu e Julieta”, de Shakespeare.

[3] Personagem título de romance do início do século 20, de Eleanor Porter.

Créditos da imagem – http://bit.ly/1Nw0KaE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.