O problema da água: natureza, economia ou política?

Há alguns meses, particularmente nas últimas semanas, tem-se falado exaustivamente do problema do fornecimento de água. O debate esteve presente principalmente na região metropolitana de São Paulo. Esta questão envolve aspectos econômicos, pois trata-se da distribuição de um recurso escasso. E é função de um economista analisar a distribuição de recursos.

Ocorre que a falta de água claramente impacta a vida de todas as pessoas. A importância dela para nossa sobrevivência é indiscutível. Mas duas coisas são importantes de se ressaltar:

  1. a natureza é implacável, mas nós humanos aprendemos a nos adaptar a suas oscilações, aos tempos de seca e de fartura, e a evolução da economia como estudo da distribuição de recursos mostra isso;
  2. apesar deste aprendizado ser tangível, as questões políticas ainda impactam diretamente nas decisões sobre como distribuir a água. Em matéria de hoje da Folha, 46% dos paulistanos relataram a falta de água.

A grande questão é: a decisão econômica de como distribuir qualquer recurso, no caso a água, impacta diretamente em nossas vidas. Mas muitas vezes, não é uma decisão somente econômica, mas também política. Interessante ainda é observar que os formuladores do planejamento e das políticas de distribuição de água já previam os possíveis problemas. Entretanto, aproveitaram-se da boa fase do sistema de fornecimento de água, implantado desde 1960.

Outro aspecto também é importante: a região metropolitana de São Paulo sofreu uma explosão demográfica desde então. O elevado número de pessoas agravou o problema do fornecimento de água e exigiu a tomada de decisão em termos de planejamento e desenvolvimento do sistema de distribuição de água.

Logo, fica a dúvida, qual a verdadeira raiz do problema?

Para saber mais
Falta de planejamento agrava problema da seca na Cantareira – http://bit.ly/1LwVde8
O dia da crise da água – http://bit.ly/OIM7Vw
Parcela dos paulistanos que relatam falta de água aumenta e vai a 46% – http://bit.ly/1LwVb5S

Créditos da imagem: http://bit.ly/1QEyNMv

One thought on “O problema da água: natureza, economia ou política?”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.