O giro de 360 graus do governo

Por André Galhardo Fernandes, economista-chefe de Análise Econômica Diante das manifestações dos caminhoneiros devido a alta dos combustíveis ao consumidor e à chegada da Selic à taxa estrutural, governo e Banco Central tomam decisões que se quer podem ser chamadas de paliativas. Pela ordem, vamos falar dos combustíveis. Após aumentar os preços dos combustíveis em[…]

Política monetária: fracasso no ambiente de recessão

Política monetária e a armadilha da liquidez posta a nu – parte II Por André Galhardo Fernandes, economista-chefe da Análise Econômica Nossa análise anterior abordou o problema da tentativa do governo em estimular a economia por meio da política monetária expansionista (1). Focamos nos dados divulgados pelo Banco central sobre a política monetária e creditícia. Desta vez[…]

Comercial: vamos falar de coisa boa!

Vamos falar de coisa boa?

“Vamos falar de coisa boa?” A ideia desse título era começar com um trocadilho de uma das propagandas que mais colou na mente dos brasileiros por anos a fio: a câmera “faz-tudo”, “a câmera mais vendida do país”! Mas desisti de fazer piada com o trocadilho… Não sou tão bom piadista. Ainda assim, “a câmera[…]

Deflação é a solução?

Recentemente, durante as eleições, ouvimos muito dos candidatos questões sobre como colocar a economia no eixo, ou seja, como retomar o ritmo de crescimento do PIB e levar a inflação para o centro da meta. Mas já imaginou vivenciar outro cenário econômico? Pois bem, o Japão está em uma situação um tanto diferente da nossa,[…]

Consumo – O impacto do PIB em nossas vidas

Estamos nos Estados Unidos, no começo da década de 40. A sociedade, até então desesperançosa com o passado, parece estar finalmente vendo uma luz no fim do túnel. Se você fosse perguntar pra população o porquê dessa motivação, dificilmente eles saberiam explicar. Eles ainda estavam em guerra contra alguns países, e há bem pouco tempo[…]

A invenção da classe média, sua quase extinção e a tentativa de ressucitá-la

Ontem a OIT (Organização Internacional do Trabalho) divulgou um relatório no qual eles defendem que os baixos salários são prejudiciais à economia. Por mais que a lógica do “se eu não tenho um mercado consumidor eu não tenho o porquê de produzir” faça algum sentido, hoje a maioria dos empregadores trabalham com políticas de remuneração[…]

Renda e consumo – o elo para atender nossas necessidades

As vendas dos setores varejistas apresentaram queda pelo segundo mês consecutivo, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Provavelmente, este tipo de informação é de fácil compreensão para a maioria de nós: se as vendas caíram, as pessoas estão comprando menos; se estão comprando menos, provavelmente a renda está menor; com a[…]