Inflação, emprego e crise

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou recentemente a variação oficial de preços referente ao mês de dezembro de 2017. Com variação positiva em 0,44%, o índice anual ficou em +2,95% – pela primeira vez abaixo da meta estabelecida pelo Conselho Monetário Nacional (CMN). Conforme amplamente discutido no decorrer do ano, a principal[…]

Comercial: vamos falar de coisa boa!

Vamos falar de coisa boa?

“Vamos falar de coisa boa?” A ideia desse título era começar com um trocadilho de uma das propagandas que mais colou na mente dos brasileiros por anos a fio: a câmera “faz-tudo”, “a câmera mais vendida do país”! Mas desisti de fazer piada com o trocadilho… Não sou tão bom piadista. Ainda assim, “a câmera[…]

Presídio

A primeira semana do ano…

A primeira semana do ano começou cheia de “fortes emoções”. Atentado na Turquia; Incertezas em torno do governo Trump; Desgastes diplomáticos entre EUA x Rússia; Forte valorização da moeda chinesa; Profundas incertezas na política brasileira com a eleição do presidente da Câmara dos Deputados; Continuidade da crise institucional, em especial, nesse começo de ano, em[…]

Desemprego, renda e existência social

A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (Pnad) Contínua do IBGE do trimestre móvel findo em setembro de 2016 apresentou um nível de desocupação de 11,8% da população economicamente ativa (PEA). Trocando em miúdos, de toda a população em idade ativa e procurando emprego, 11,8% estão desocupadas, o que representa pouco mais de 12,02 milhões[…]

Dados dos EUA mostram que crise de 2008 não acabou

Por Weruska Goeking (de O Financista) Um olhar mais atento aos indicadores econômicos dos Estados Unidos mostra que a crise global iniciada no mercado financeiro em 2008 ainda persiste e deve provocar novos desdobramentos na economia real, especialmente nos países desenvolvidos. A avaliação é da Análise Econômica Consultoria. “A economia norte-americana está mais fragilizada do que[…]

Com risco à imagem externa, impeachment é pouco provável

Por Raquel Ribeiro Alves e Nestor Rabello/Agência CMA* Às vésperas da discussão sobre a retomada da análise das contas de campanha da presidente Dilma Rousseff pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e da conclusão do julgamento do processo de análise das contas de 2014 no processo das “pedaladas fiscais” analistas políticos e economistas ouvidos pela Agência CMA concordam que, embora[…]

Na crise, os municípios fazem sua parte

O Brasil entrou de vez na crise econômica. Se no início do ano a projeção de recuo do PIB era inferior a 1%,  e havia expectativa de que a contração da atividade econômica duraria apenas um semestre, atualmente os números foram revistos negativamente, tanto no tempo quanto na gravidade do problema. A expectativa de queda[…]

Uma relação maquiavélica

Por Franklin Lacerda, Márcio Durigan e Koiti Yatsunami. Nicolau Maquiavel (1469-1527) foi um cientista político numa época em que a ciência política florescia. Filho de advogado, desempenhou diversos cargos públicos na época dos Médicis, na Itália. A sua obra-prima foi “O Príncipe”, publicada em 1513, em que Maquiavel apresenta fundamentalmente maneiras de como conquistar e[…]

Câmara aprova pacote que reajusta valores de benefícios para deputados

Hoje, recebemos a seguinte pergunta da leitora Maria Lacerda: Bom dia equipe do Análise Econômica. Gostaria de saber a opinião de vocês com relação a esse reajuste que a câmara dos deputados aprovou,  aumento em todas as despesas dos parlamentares, como o auxílio moradia e gastos com passagens para suas esposas etc. Bom, em um[…]

Xô, recessão técnica!! Xô?!

Foi vastamente noticiado na mídia que o Brasil vivenciou uma recessão técnica no primeiro semestre desse ano. Mas nós saímos da recessão técnica!! O terceiro trimestre do ano apresentou o modesto crescimento de 0,1%. Será que isso é motivo de comemoração? O que isso quer dizer? Bem, recessão é um fenômeno ligado ao processo de[…]