Despesas do município de São Paulo – elementos de despesa

Por André Galhardo. No primeiro semestre do ano de 2015 o município de São Paulo liquidou [1] 38% do total previsto para o ano. O orçamento aprovado no ano passado pelo Legislativo e sancionado pelo prefeito previu um gasto total de aproximadamente R$ 51,4 bilhões e, até o momento, aproximadamente R$ 19,5 bilhões foram liquidados.[…]

Análise das receitas e despesas do município de São Paulo

Por André Galhardo Fernandes, economista-chefe Receitas Até o mês de maio, decorridos 42% do calendário fiscal, o município de São Paulo arrecadou R$ 19,25 bilhões, o que representa 40,19% do total previsto para o ano, sendo: R$ 18,85 bilhões [1] de receitas correntes (46,1% do total previsto) e R$ 400 milhões de receitas de capital[…]

Transporte público, capítulo II – financiamento na Europa

Dando sequência à série sobre custos e financiamento do transporte público urbano (leia o primeiro texto aqui), neste segundo capítulo vamos explorar um pouco mais os bons exemplos que existem na Europa, especificamente o modelo francês. No mundo há diversos modelos de financiamento do transporte público, todos com o intuito de diminuir a tarifa para[…]

O problema da água: natureza, economia ou política?

Há alguns meses, particularmente nas últimas semanas, tem-se falado exaustivamente do problema do fornecimento de água. O debate esteve presente principalmente na região metropolitana de São Paulo. Esta questão envolve aspectos econômicos, pois trata-se da distribuição de um recurso escasso. E é função de um economista analisar a distribuição de recursos. Ocorre que a falta[…]