Votorantim, empreendedorismo e economia

Ontem à noite, dia 24, morreu o empresário Antônio Ermírio de Moraes. Para quem não o conhece, o Dr. Antônio Ermírio (como era chamado por muitos) era presidente do Grupo Votorantim, um dos maiores no Brasil, e uma inspiração de empreendedorismo. O Grupo Votorantim atuava em diversas áreas, como siderurgia, papel e celulose e, inclusive, setor financeiro, por intermédio do Banco Votorantim.

O Dr. Antônio Ermírio também já se aventurou em outras praias como literatura (tenho ganhado a cadeira número 23 da Academia Brasileira de Letras), política (tendo se candidatado ao governo de São Paulo, em 1986), filantropia, teatro, dentre outras atividades.

Pensar em sua carreira a essa altura do campeonato parece nos propor as seguintes reflexões: qual o papel do empreendedor na economia? O que o motiva a empreender? Como criar um ambiente que motive o empreendedorismo?

Essas reflexões vem ao encontro da atual situação brasileira, como relatada nas mais diversas mídias: baixo crescimento, baixa inovação, baixa produtividade e eficiência. Alguns economistas (notadamente Joseph Alois Schumpeter, um dos pioneiros do assunto empreendedorismo), defendiam a importância da inovação nos ciclos econômicos (logo mais a gente define essas teorias para vocês).

Schumpeter dizia que o empreendedor tinha um papel crucial, principalmente nos momentos de crise, ou de “baixa”, pois ele criava e inovava de tal forma que contagiava a economia como um todo e criava um novo ciclo de alta. Diversos ciclos ascendentes, quando criados repetidamente, levavam, de alguma forma, ao desenvolvimento econômico tão sonhado por todos os países.

Assim, pensando em tantos outros países que conseguiram avançar em seus indicadores de desenvolvimento econômico, acredito que desburocratizar os processos de abertura e fechamento de empresas, simplificar a tributação, fomentar a inovação, dar suporte aos empreendedores (com iniciativas como o SEBRAE, por exemplo) e melhorar a infraestrutura são caminhos que levam a ciclos ascendentes de inovação e, consequentemente, nos encaminham ao tão sonhado desenvolvimento econômico.

Para saber mais
Morre em São Paulo o empresário Antônio Ermírio de Moraes – http://bit.ly/1Jm6jB0
Morre aos 86 anos o empresário Antônio Ermírio de Moraes – http://bit.ly/1mIa8Xg
Aos 86 anos morre o empresário Antônio Ermírio de Moraes – http://bit.ly/1lrmnwn
Joseph Alois Schumpeter – http://bit.ly/18EMvxy

Créditos da imagem – http://bit.ly/1itXAa5

Qualquer dúvida, sugestão ou crítica, mande um e-mail pra contato@analiseeconomica.com.br ou deixe seu comentário logo abaixo.

One thought on “Votorantim, empreendedorismo e economia”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.