O que é um indicador?

Por Vinicius Oliveira e Franklin Lacerda.

Na hora de fazer as compras no mercado, geralmente estamos atentos ao saldo da conta bancária e até mesmo aos preços dos produtos praticados entre os concorrentes. Se ficamos doentes, medimos a temperatura do corpo e observamos outros sintomas. Antes de sair de casa é comum darmos uma espiada nas condições do dia, se está frio,  quente ou chuvoso. Compromisso com hora certa?  Olhamos para o relógio. Essas situações têm uma coisa em comum. Necessitam de indicadores para tomada de decisão. Mas você já parou para pensar o que é um indicador?

Basicamente, indicador é um direcional, um guia-orientador. Estão presentes em nosso cotidiano e influenciam diretamente nossas ações e posicionamentos frente às situações do dia-a-dia. Mas não é porque eles estão presentes em nossa rotina que isso os torna necessariamente informações simples. São muitas vezes cálculos complexos, que de certa forma foram traduzidos para a sociedade, a tal ponto que o conhecimento deles se tornou quase universal. Neste sentido, indicadores são facilitadores em nossas vidas.

Dentro da economia não é muito diferente e, por vezes, os indicadores econômicos se mostram mais importantes do que a própria economia em si. Por exemplo, ao digitar no google a palavra economia, os principais resultados que aparecem relacionam economia com negócios, investimentos e indicadores. Aparecem nomenclaturas como PIB (Produto Interno Bruto), IPCA (Índice de Preços ao Consumidor – Amplo) , Taxa Selic, IGP (Índice Geral de Preços) e por aí vai.

Esses nomes complexos, que são acompanhados de explicações mais complexas ainda, têm transformado a economia em um tipo de clube fechado, em que um grupo seleto compreende uma informação que deveria ser de conhecimento universal. Isso faz com que o economista passe a ser visto como um técnico financeiro, o que no mínimo limita seu campo de atuação, já que as ciências econômicas compreendem dentro de seus estudos áreas como, história, sociologia, antropologia e política, para trazer melhores noções do comportamento humano enquanto agentes econômicos que somos.

Resumindo, indicadores estão vastamente presentes em nossas vidas. Eles nos ajudam na tomada de decisão nos mais diversos âmbitos, seja profissional, familiar, educacional etc. Alguns deles são bastante óbvios (como temperatura e horas), outros são bem mais complexos (como índices de preços e de juros). Falaremos um pouco mais sobre alguns indicadores econômicos nos próximos posts.

Créditos da imagem:
http://bit.ly/1zRB7Mh

One thought on “O que é um indicador?”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.